Entenda as diferenças entre o teste rápido e o PCR para identificar a Covid-19

Com características diferentes, eles devem ser aplicados em momentos distintos
(Foto: Ascom Prefeitura/Patricia Pires)

Existe atualmente diversos tipos de testes disponíveis para diagnóstico da Covid-19, doença causada pelo novo Coronavírus. Por conta disso, várias dúvidas podem surgir sobre qual seria mais adequado e qual a precisão de cada um.

Os dois testes que estão sendo usados no Brasil apresentam características diferentes e devem ser aplicados pelos profissionais da Saúde, conforme indicação médica, em momentos distintos.

De acordo com especialistas, o RT-PCR, considerado padrão ouro por fazer identificação do vírus ativo, é indicado para pessoas que estão no início da infecção. Já o teste rápido é recomendado a ser feito após 8 dias do surgimento dos sintomas, para que o teste apresente precisão e fuja dos falso-positivo e falso-negativo.

No teste rápido, coleta-se uma gota de sangue e, a partir dessa gota de sangue, é possível detectar a presença de anticorpos (IgM/IgG), indicando se a pessoa já teve contato com o vírus em algum momento. O resultado de teste rápido sai após alguns minutos.

Já o teste de biologia molecular, chamado de RT-PCR ou PCR, identifica o vírus SARS-CoV-2 que causa a Covid-19 logo no início, ou seja, no período em que a infecção está na fase mais inicial.

O PCR consiste na coleta de secreção do nariz por meio de swab (produto semelhante a um cotonete) preferencialmente entre o 3º e o 8º dias de sintomas. Os materiais são analisados em laboratórios, entre eles, o Central do Estado (Lacen). Em Mato Grosso, o prazo para chegada dos resultados tem variado entre 7 a 10 dias.

Lembrando que tanto o teste rápido quanto o exame PCR são apenas uma parte no processo de investigação da doença e que a indicação de tratamento com medicação é de competência exclusiva do médico.

Saiba mais sobre prescrição de medicamentos para sintomas da Covid-19 aqui.

Se tiver sintomas, como febre, tosse, falta de ar, coriza, dor de garganta, etc., procure atendimento médico pelo Whatsapp TeleLucas ou nas unidades sentinelas – PAM e PSFs III (Menino Deus) e XVI Bieger (Cidade Nova), abertos todos os dias da semana.

Carolina Matter