Operação prende 48 foragidos da Justiça

Foto: PJC-MT

 

A Polícia Judiciária Civil em parceria com o Ministério Público do Estado, prenderam 48 criminosos foragidos da Justiça de Mato Grosso nesta sexta-feira (17).

As prisões são cumpridas em diversos municípios de Mato Grosso e em outros estados do país, e de acordo com a PJC-MT, a maioria dos mandados de prisão foram expedidos pela Segunda Vara Criminal de Cuiabá por crimes como, tráfico de drogas, estupro, associação criminosa, estelionato, roubo, violência doméstica, homicídio, e organização criminosa.

A Operação Smash foi coordenada pela Gerência Estadual de Polinter e Capturas (GEPOL), com o apoio da Agência de Inteligência do MPE.

Reforçaram a operação coordenada pela Polinter, equipes da Gerência de Operações Especiais (GOE), Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema), Delegacia Especializada de Crimes Fazendários (Defaz), Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (Deccor) e Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), além de apoio da Diretoria do Interior, que por intermédio das Delegacias no interior do estado, vem ao longo da semana recebendo os mandados enviados pela Polinter para cumprimento em oito regionais envolvidas na operação.

“Mais prisões serão realizadas até o encerramento da operação, quando teremos a atualização do número total de pessoas presas tão logo os mandados forem cumpridos e informados”, explicou Fernando Spinelli Pigozzi, diretor do DAE, acrescentando que a operação está em andamento.

Foram realizadas prisões em Cuiabá, Várzea Grande, Santo Antônio de Leverger, Nossa Senhora do Livramento, Sinop, Nova Mutum, Sorriso e em outros estados como Goiás, Pernambuco, Minas Gerais e Santa Catarina.